Eutanásia volta a ser discutida e votada no dia 9 de Junho por proposta do PS

Ao contrário do pedido de esclarecimento do Presidente, que pedia que se especificasse se era necessário uma doença fatal para o recurso à eutanásia, o PS retira agora esse conceito do projecto de lei.

Foto
Eurico Brilhante Dias lidera a bancada parlamentar do PS Daniel Rocha

É a terceira vez no espaço de dois anos e meio: a legalização da morte medicamente assistida volta a ser discutida no plenário da Assembleia da República no dia 9, depois de um chumbo do Tribunal Constitucional em Março do ano passado à primeira lei e de um veto político de Marcelo Rebelo de Sousa à segunda versão do texto em Novembro do ano passado, quando o Parlamento já trabalhava em contra-relógio.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários