Dois meses de resistência à invasão garantiram à Ucrânia o direito a sobreviver

A resposta militar ucraniana à invasão foi inesperadamente robusta, forçando as forças russas a desistir de Kiev. Mau planeamento por Moscovo, mudanças no Exército ucraniano e apoio internacional marcaram os últimos 60 dias.

Foto
Membros das Forças de Defesa Territorial fazem exercícios em Kiev SERGEY DOLZHENKO/EPA

Sugerir correcção
Ler 10 comentários