Marine Le Pen diz-se pronta para governar. “Não há fatalismos. Se o povo vota, o povo ganha”

Com o palco só para si, a candidata da União Nacional ensaiou uma desforra do debate da véspera num comício em Arras, que juntou pessoas de algumas cidades do Norte do país. “Macron coloca desprezo e anátemas nas suas intervenções e frases feitas.”

Foto
Comício de Arras terá juntado cerca de 4000 apoiantes, diz a organização do evento EPA/IAN LANGSDON

Quando finalmente conseguiu sair do centro de congressos de Arras, onde representou um dos últimos actos de campanha no papel de candidata próxima do povo, Marine Le Pen parecia cheia de um orgulho directamente proporcional à excitação exibida por uma multidão ávida de captar uma selfie colada a ela.

Sugerir correcção
Comentar