Inspector da Judiciária ilibado de abuso de poder no caso Football Leaks

Ex-advogado de Rui Pinto promete recorrer de decisão que inocenta inspector-chefe Rogério Bravo de promiscuidade com Doyen. Mails comprometedores foram considerados prova proibida.

Foto
Foi a juíza do caso Football Leaks que levantou dúvidas sobre a actuação do inspector da PJ LUSA/MÁRIO CRUZ

O inspector-chefe da Polícia Judiciária Rogério Bravo foi esta terça-feira ilibado dos crimes de abuso de poder e violação do segredo de justiça devido à sua actuação na investigação do caso Football Leaks.

Sugerir correcção
Comentar