No Guggenheim Bilbau, os automóveis são obras de arte

A exposição Motion Autos, Art, Architecture, concebida pelo arquitecto Norman Foster, percorre a história do automóvel com os olhos postos, claro, no futuro. Até 18 de Setembro, no conhecido museu de arte moderna e contemporânea.

museus,arte-contemporanea,andy-warhol,fugas,motores,espanha,
Fotogaleria
A sala Sculptures. Ao centro a escultura Figura Encostada de Henry Moore Pablo Gómez-Ogando/Norman Foster Foundation
museus,arte-contemporanea,andy-warhol,fugas,motores,espanha,
Fotogaleria
A sala Visionaries Pablo Gómez-Ogando/Norman Foster Foundation
museus,arte-contemporanea,andy-warhol,fugas,motores,espanha,
Fotogaleria
A exposição foi desenhada pelo arquitecto Norman Foster Pablo Gómez-Ogando/Norman Foster Foundation
museus,arte-contemporanea,andy-warhol,fugas,motores,espanha,
Fotogaleria
A sala American Pablo Gómez-Ogando/Norman Foster Foundation

Nas margens da ria de Bilbau, o grandioso edifício que se ergue diante dos olhos não deixa margem para dúvidas sobre onde estamos. O Museu Guggenheim tornou-se o postal da capital basca — uma cidade anteriormente puramente industrial — e é, desde 1997, visita obrigatória para os amantes de arte moderna e contemporânea. Mas, desta vez, não viemos admirar o conhecido Puppy de Jeff Koons ou as obras de Mark Rothko — são os automóveis o motivo da visita. Até 18 Setembro, a exposição Motion Autos, Art, Architecture, desenhada pelo conhecido arquitecto Norman Foster, prova que os carros são também obras de arte.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários