ISCTE – O braço universitário do Partido Socialista

Há quem apelide o ISCTE de “madraça do PS”. É uma provocação. Mas uma provocação estatisticamente sustentada.

A forma como o PS, à medida que o seu poder cresce, vai estendendo a sua influência aos mais variados sectores da sociedade portuguesa é muito impressionante, e em poucos lugares isso é tão evidente quanto no ISCTE. João Leão, ex-ministro das Finanças, acaba de ser nomeado vice-reitor para a área do Desenvolvimento Estratégico. A reitora do ISCTE é a antiga ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues. Sete dos novos ministros têm ou tiveram ligações à instituição: Mariana Vieira da Silva (Presidência), Pedro Adão e Silva (Cultura), Helena Carreiras (Defesa), Ana Catarina Mendes (Assuntos Parlamentares), Duarte Cordeiro (Ambiente), Fernando Medina (Finanças) e António Costa Silva (Economia), estes dois últimos no Conselho de Curadores. No caso dos três primeiros a ligação é tão forte que o instituto até anunciou no seu site: “ISCTE com três ministros no governo”. Podia também ter acrescentado o novo líder parlamentar do PS, Eurico Brilhante Dias.

Sugerir correcção
Ler 178 comentários