Juiz anula acusação contra Vale e Azevedo por burla qualificada. Já só resta um processo na justiça portuguesa

Antigo presidente do Benfica estava acusado de burla qualificada por ter usado de forma indevida mais de 400 mil euros para pagar rendas do seu apartamento em Londres.

Foto
Vale e Azevedo já só tem activo um processo Daniel Rocha

João Vale e Azevedo viu o juiz de instrução criminal João Bártolo anular uma acusação na qual respondia por burla qualificada num processo que já contava com mais de 15 anos. A decisão foi tomada em Janeiro deste ano e os factos remontavam a 2006. O antigo presidente do Benfica tinha sido acusado pelo Ministério Público (MP) em 2013.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários