Muitas mulheres já saíram da Ucrânia, mas outras tantas ficaram para lutar

Há uma maquilhadora profissional, uma assistente médica, uma relações públicas e uma sargento médica. Estão furiosas. Todas decidiram ficar na Ucrânia para ajudar a combater os russos de qualquer maneira: “Estou pronta para rasgar as gargantas dos inimigos com os dentes”

Foto
Heidi Levine

Sugerir correcção
Ler 14 comentários