A romancista sem papas na língua de Hong Sang-soo (e o longo adeus de Paolo a Vittorio Taviani)

A competição de Berlim encerra-se com a mais recente delícia do cineasta sul-coreano e com um requiem, menor mas comovente, por uma ideia do cinema italiano

Foto
Muito por mérito de Lee Hye-young (no canto direito da foto), The Novelist’s Film é um dos melhores filmes de Hong Sang-soo DR

Admitimos desde já a maldade da pergunta: será que um festival de cinema sem um filme de Hong Sang-soo ainda é um festival de cinema? Com The Novelist’s Film, último filme apresentado na competição principal de Berlim, o certame recebe o realizador sul-coreano a concurso pelo terceiro ano consecutivo, depois de A Mulher que Fugiu em 2020 (melhor realização) e de Introduction em 2021 (melhor argumento); sendo que pouco depois deste último houve In Front of Your Face, que esteve em Cannes.

Sugerir correcção
Comentar