Transplantados dois rins de porco geneticamente modificado para um humano em morte cerebral

Equipa dos Estados Unidos revela num artigo científico um transplante de rins de um porco geneticamente modificado num receptor humano em morte cerebral. Depois destes testes num modelo pré-clínico, pretende-se avançar para ensaios clínicos.

Preparação dos rins de porco transplantados pela equipa da Universidade do Alabama em Birmingham para um receptor humano
Fotogaleria
Preparação dos rins de porco transplantados pela equipa da Universidade do Alabama em Birmingham para um receptor humano Jeff Myers/UAB
saude,ciencia,america,medicina,investigacao-cientifica,doencas,
Fotogaleria
Equipa prepara o receptor humano para o transplante Jeff Myers/UAB

Uma equipa liderada por cientistas da Universidade do Alabama em Birmingham (Estados Unidos) conseguiu transplantar dois rins de porco geneticamente modificado para um humano em morte cerebral. O anúncio foi feito esta quinta-feira na revista científica American Journal of Transplantation e este é considerado o primeiro modelo pré-clínico publicado num artigo científico (revisto por outros cientistas) de rins de um porco a serem transferidos para um receptor humano. Em 2021, outra equipa também revelou que tinha feito transplantes de rins de porco em humanos em morte cerebral.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários