Taxa única de IRS: uma ideia sem paralelo na maioria da Europa Ocidental

Alguns países europeus de Leste adoptaram a taxa única após a queda da URSS. Em Portugal, a proposta chegou aos debates das legislativas pela mão da IL, mas está longe de gerar consenso.

Foto
A IL, liderada por João Cotrim Figueiredo, propõe um regime transitório com dois escalões Nuno Ferreira Santos

Se Portugal deixasse de tributar os rendimentos do trabalho através de escalões de IRS e fixasse uma taxa única, como propõem a Iniciativa Liberal (IL) e o Chega nos programas eleitorais das legislativas de 30 de Janeiro, esse passo representaria uma mudança de paradigma e um corte com o consenso construído nas últimas três décadas, da esquerda à direita, em torno do modelo de tributação do rendimento pessoal tal como está consagrado no Código do IRS, em vigor desde 1989.

Sugerir correcção
Ler 17 comentários