Com a morte de David Sassoli, a Europa lamenta a perda de um homem bom

O presidente do Parlamento Europeu foi o sétimo italiano a ocupar o cargo. Aos 65 anos, não resistiu às complicações de uma disfunção grave do sistema imunitário.

Foto
David Sassoli tinha 65 anos EPA/OLIVIER HOSLET

O presidente do Parlamento Europeu, David-Maria Sassoli, morreu durante a madrugada desta terça-feira, no hospital de Aviano, em Itália, onde estava internado há mais de duas semanas, por complicações graves resultantes de uma “disfunção grave do sistema imunitário”, na sequência de uma pneumonia da qual nunca terá recuperado totalmente. Aos 65 anos de idade, Sassoli foi o primeiro alto dignitário europeu a morrer no cargo.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários