Portugal está em “stress hídrico”, mas o Governo projecta mais 134 mil hectares de regadios

Estudo prevê intenções de investimento que superam os 2000 milhões de euros em novos regadios e a modernização dos sistemas já instalados para “acelerar” a intensificação de culturas, quando se verifica uma redução nas disponibilidades de água.

Foto
RG Rui Gaudencio - Publico

Está em discussão pública até ao dia 14, o estudo “Regadio 2030 – Levantamento do Potencial de Desenvolvimento do Regadio de Iniciativa Pública no Horizonte de Uma Década”, que foi coordenado pela Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas de Alqueva (EDIA). Uma das principais linhas orientadoras do documento prevê a instalação, até 2030, de 134.000 hectares de novos regadios e a modernização de 72.000 hectares de alguns blocos de rega instalados há mais de 50 anos, a maioria no Alentejo.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários