Brasões da Praça do Império voltam a aquecer assembleia municipal

Foi chumbada uma recomendação ainda do anterior mandato que propunha “um percurso interpretativo no túnel de acesso ao Padrão dos Descobrimentos” em vez dos brasões.

Foto
A polémica com os brasões florais das ex-colónias iniciou-se em 2014 Rui Gaudencio

Falou-se de colónias, de salazarismo e de escravos. Falou-se de Cuba, da Coreia do Norte e de racismo. Falou-se do 25 de Novembro e da cultura de cancelamento. E também se falou dos brasões da Praça do Império.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários