Pterossauro descoberto em Peniche era o maior réptil voador do Jurássico

O fóssil poderá pertencer a uma nova espécie e vem confirmar que os pterossauros já eram “gigantes” muito antes do que se pensava. Ainda assim, o grupo desse animal passava a a maior parte do tempo em terra

Foto
Ilustração de como seria o pterossauro (ao centro) em vida Joshua Knuppe

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fóssil de pterossauro na praia da Almagreira, em Peniche. O fémur descoberto é a confirmação de que os icónicos répteis voadores, que se extinguiram da Terra há cerca de 66 milhões de anos, atingiram grandes dimensões mais cedo do que se conhecia, ainda antes do Cretácico.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários