Rio ou Rangel? Uma mistura dos dois (que não existe)

As directas deste sábado no PSD são imprevisíveis. Com alta probabilidade nenhum vencedor terá o perfil certo para oferecer ao país o rumo de que ele desesperadamente necessita.

A diferença essencial entre Rui Rio e Paulo Rangel é esta: as ideias de Rio não são grande coisa mas ele parece acreditar muito nelas; as ideias de Rangel são bastante melhores mas ele parece não acreditar assim tanto. Rio aparece aos militantes como um produto genuíno; Rangel não consegue largar o ar de produto fabricado. O candidato perfeito para o PSD seria um que tivesse as ideias de Paulo Rangel e a convicção de Rui Rio, só que esse candidato não existe. Isto significa que as eleições directas deste sábado são imprevisíveis, e que com alta probabilidade nenhum dos vencedores terá o perfil certo para oferecer ao país o rumo de que ele desesperadamente necessita.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários