Doze vinhos para a ceia de Natal: abram brancos e tintos, no final ganham os primeiros

Há certas tradições que devem ficar esquecidas. Uma é a cozedura do bacalhau em água a ferver (com batatas, couves e tudo) e outra é acompanhar o peixe com tinto. Mas como é noite de Natal, não custa nada abrir garrafas de branco e de tinto. Nós é que já sabemos qual será o resultado.

Foto
Nelson Garrido

O nosso maior desafio na noite de Natal é – e será durante muito tempo – convencer quem prepara a ceia a confitar o bacalhau numa porção de azeite, no forno, e não a cozê-lo em água a ferver com as couves e as batatas porque isso é a forma de desperdiçar aquela gordura saborosa das lascas para a água. Como é sabido, há tradições boas e tradições que devem ficar sossegadas na memória dos antigos. Em virtude do processo de cura em sal e da quantidade de colagénio que possui, uma posta de bacalhau bem hidratada só precisa de 15 minutos de forno (em recipiente tapado) a 150º, descansando outros 10 antes de ser servido.    

Sugerir correcção
Comentar