Yamandu junta guitarra portuguesa e bandoneón no trio de Caminantes

No seu novo projecto, o virtuoso violonista brasileiro Yamandu Costa juntou-se a Luís Guerreiro e Martín Sued numa celebração ibero-americana. Esta sexta-feira estará em Castelo Branco e em Dezembro o trio actuará no Porto, em Lisboa e em Alcobaça.

Foto
Luís Guerreiro, Yamandu Costa e Martín Sued DR

O título é castelhano, Caminantes, mas o trio que o compõe juntou, num disco e já a rodar por vários palcos, um brasileiro, um português e um argentino. Yamandu Costa, compositor e virtuoso do violão de 7 cordas, gaúcho a viver há dois anos em Lisboa, foi o motor deste encontro, gravado em Novembro de 2020 e editado em CD, que junta ainda Luís Guerreiro, na guitarra portuguesa, e Martín Sued, no bandonéon. É este encontro ibero-americano de sonoridades e culturas que esta sexta-feira sobe ao palco do Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco, às 21h30, e tem concertos também já marcados para Dezembro no Porto (Casa da Música, Sala Suggia, dia 8, 21h30), Lisboa (Tivoli BBVA, 11, 21h30) e Cine-Teatro de Alcobaça (dia 12, 21h). Por motivos de agenda, em Castelo Branco Luís Guerreiro será substituído por José Manuel Neto.

Sugerir correcção
Comentar