Cinquenta republicanos e um democrata bloqueiam reforma das leis eleitorais nos EUA

A um ano das próximas eleições, o Partido Republicano já aprovou 33 leis restritivas do acesso ao voto em 19 estados e continua a impedir o Partido Democrata de reformar as leis eleitorais do país. O senador democrata Joe Manchin tem sido fundamental para o sucesso republicano.

Foto
Joe Manchin, senador democrata da Virgínia Ocidental, opõe-se ao fim da regra do filibuster Reuters/ELIZABETH FRANTZ

O Partido Republicano voltou a bloquear, na quarta-feira, a aprovação da maior proposta de reforma das leis eleitorais dos Estados Unidos desde a década de 1960. A firme oposição dos republicanos — e o apoio do senador democrata Joe Manchin a uma regra que dá força a essa oposição — deixa ao Partido Democrata um caminho cada vez mais estreito para conseguir reverter, a tempo das eleições de Novembro de 2022, as leis restritivas do acesso ao voto que foram aprovadas em vários estados conservadores após a derrota de Donald Trump em 2020.