Conceição Calhau: “O padrão prevalente em pandemia foi encomendar refeições”

Os confinamentos agravaram maus hábitos de consumo que já existiam na população portuguesa, diz a professora. No Dia Mundial da Alimentação, Conceição Calhau sublinha a necessidade de preparar os profissionais de saúde e os portugueses para uma medicina mais focada na prevenção, assim evitando situações constantes de emergência.

nutricao,alimentacao,saude,ciencia,obesidade,doencas,
Fotogaleria
Conceição Calhau Rui Gaudêncio
nutricao,alimentacao,saude,ciencia,obesidade,doencas,
Fotogaleria
A nutricionista analisou os hábitos alimentares em pandemia Rui Gaudêncio
nutricao,alimentacao,saude,ciencia,obesidade,doencas,
Fotogaleria
"Em Portugal, mais de metade da população tem excesso de peso ou obesidade" Rui Gaudêncio

Os confinamentos durante a pandemia não foram amigos dos hábitos alimentares da maioria dos portugueses. No Dia Mundial da Alimentação, que se assinala neste sábado, a investigadora do Cintesis e professora na Nova Medical School, Conceição Calhau, falou ao PÚBLICO​ dos hábitos da população portuguesa, do longo caminho que ainda há percorrer no combate à obesidade e na literacia alimentar e nutricional do país. A nutricionista explica também de que forma é que o estudo da covid-19 reforça ainda mais a necessidade de garantir que todos seguem uma dieta saudável e completa.