Covid-19: Portugal é décimo país da UE com menos novos casos diários

As principais notícias desta segunda-feira, dia 20 de Setembro, sobre a evolução da pandemia de covid-19.

Foto
Paulo Pimenta

Portugal é o décimo país da União Europeia com menos novos casos diários (90) de infecção por SARS-CoV-2 por milhão de habitantes na última semana, segundo o site estatístico Our World in Data. Portugal registou no domingo sete mortes devido à covid-19 e 306 novas infecções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta segunda-feira. Tanto o índice da transmissibilidade, o R(t), como a incidência por cem mil habitantes desceram esta segunda-feira.

A Pfizer/BioNTech anunciaram esta segunda-feira que a vacina contra o vírus da covid-19 produziu uma resposta imune robusta em crianças de 5 a 11 anos, e que pretendem pedir autorização para usar a vacina em crianças nessa faixa etária nos Estados Unidos, na Europa e noutros lugares o mais rápido possível.

Cerca de 180 mil professores e trabalhadores não docentes das escolas foram testados à covid-19 entre 6 e 17 de Setembro, sendo a taxa de positividade de 0,12%, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Educação.

Apesar de o início de ano lectivo ter acontecido há uma semana, já há escolas com turmas em isolamento por causa de casos positivos. Os médicos de saúde pública defendem a necessidade da revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a realidade actual, nomeadamente a elevada taxa de vacinação. Esta quinta-feira, o Conselho de Ministro deverá anunciar novas medidas de desconfinamento.

A Escola EB2,3 Dr. João das Regras, na Lourinhã, está encerrada, depois de uma funcionária ter ficado infectada com covid-19 e outros 12 terem ficado em isolamento até serem testados, disse esta segunda-feira o director do agrupamento.

Os 27 países da União Europeia (UE) avançam maioritariamente com o ensino presencial, com uma forte aposta na vacinação, implementando regras que distinguem vacinados de não vacinados. Há apenas dois países que não fazem essa distinção: Portugal e Roménia. No caso português, o número de dias de isolamento (14) é o maior da UE.

O embaixador de Portugal em Brasília esclareceu esta segunda-feira que cidadãos que pretendam viajar do Brasil para território português têm de apresentar um teste negativo à covid-19, negando que sejam aceites certificados de vacinação emitidos pelas autoridades brasileiras. com Lusa