Aumento do preço do leite aos produtores vai custar 20 milhões por ano

Os produtores viraram-se contra a grande distribuição, mas foi a indústria de lacticínios que deu a cara. A Lactogal aumentou em 1,5 cêntimos/litro o preço do leite comprado à Agros, Proleite e Lacticoop.

Foto
Produtores protestaram recentemente contra preços praticados pela distribuição. LUSA/ESTELA SILVA

Em Agosto de 2018, a Aprolep - Associação dos Produtores de Leite de Portugal virava-se contra a Lactogal, mobilizando os produtores para uma manifestação junto à sede da empresa, no Porto. Lamentava “mais uma descida [um cêntimo] do preço do leite”, depois de o maior operador português do sector lácteo, “em 2017, ano difícil para a produção, ter arrecadado cerca de 44 milhões de euros de lucro”. E acusava a companhia de “falta de estratégia, exigindo “mudanças na liderança”.