Morreu Jean-Paul Belmondo, lenda da nouvelle vague e do cinema europeu

O actor de O Acossado, de Jean-Luc Godard, tinha 88 anos. Uma das mais icónicas figuras do entretenimento popular francês, foi também um dos rostos da revolução da linguagem cinematográfica que nos anos 1960 Jean-Luc Godard, Claude Chabrol e François Truffaut levaram às salas.

Foto
Belmondo, que morreu aos 88 anos, em 2016 Reuters/ALESSANDRO BIANCHI

O lendário actor francês Jean-Paul Belmondo morreu esta segunda-feira, aos 88 anos, na sua casa de Paris. A morte, cuja causa não é conhecida, foi anunciada pelo seu advogado, Michel Godest, diz o jornal francês Le Parisien. À AFP, Godest disse que o actor morreu “de forma pacífica” e que “estava cansado há muito tempo”. “Bébel”, como era carinhosamente tratado em França, foi uma das maiores estrelas do cinema europeu sobretudo da década de 1960, mas também das duas décadas seguintes.