Sonae MC conclui venda de 50% do capital da Maxmat e encaixa 68 milhões

Operação vai gerar uma mais-valia de aproximadamente 42 milhões de euros nas contas consolidadas do grupo.

Foto
Grupo Sonae é liderado por Cláudia Azevedo NELSON GARRIDO

A Sonae MC concluiu a venda de 50% do capital da Maxmat à Cimentos Estrada Pedra, com um encaixe líquido de 68 milhões de euros, foi hoje comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sonae SGPS anuncia que a sua subsidiária Sonae MC concluiu a alienação de 50% do capital social da Modelo – Distribuição de Materiais de Construção (Maxmat) à Cimentos Estrada Pedra, uma entidade integralmente detida pela Building Materials Europe [BME]”, lê-se no comunicado remetido à CMVM.

Segundo a mesma fonte, a operação vai permitir um encaixe líquido de 68 milhões de euros e gerar uma mais-valia de aproximadamente 42 milhões de euros nas contas consolidadas da Sonae (proprietária do PÚBLICO).

A Maxmat era detida em partes iguais pela Sonae e pelo grupo BME, que passou a deter 100% da empresa de venda de materiais de construção, de equipamento para cozinhas, casa de banho e jardins e de decoração.

De acordo com informação do grupo, a Maxmat registou um volume de negócios de 116 milhões de euros em 2020 e possuía uma rede de 30 lojas, com 500 trabalhadores.

Em Agosto, a Sonae também concluiu a venda de 24,99% do capital da Sonae MC à Camoens Investments, uma entidade detida indirectamente por fundos geridos pela CVC Advisers Company (Luxembourg), por 528 milhões de euros. A transacção prevê ainda o pagamento do contingente diferido de até cerca de 63 milhões de euros à Sonae.