Caos, nudismo e U2: quando Vilar de Mouros viu o futuro dos festivais

Há 50 anos aconteceu o primeiro festival Vilar de Mouros, que este sábado se assinala, mas foi na edição de 1982, com os U2, Echo & The Bunnymen ou Stranglers, e muita desorganização à mistura, que se começou a desenhar o modelo dos festivais que ainda predomina.

herois-mar,festival-vilar-mouros,xutos-pontapes,zeca-afonso,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
Público na primeira edição do festival, em 1971 Arquivo de Fotografia de Lisboa/CPF/MC
herois-mar,festival-vilar-mouros,xutos-pontapes,zeca-afonso,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
Lazer junto ao rio na última edição de Vilar de Mouros, a de 2019, pré-pandemia Paulo Pimenta

Foi há 50 anos que teve início aquele que é conhecido como o mais antigo festival de música que se realiza em Portugal. Este sábado, a câmara de Caminha, assinala a data em Vilar de Mouros, com concertos de David Fonseca, a banda do filme Variações, Bunny Kills Bunny e Rui Pregal da Cunha com Paulo Pedro Gonçalves, numa sessão DJ. Foi em 1971 que a localidade minhota recebeu Elton John ou Manfred Mann, embora em 1968 já se tivesse realizado um outro evento, menos ambicioso, mas com o mesmo propósito: projectar o turismo na região.

Sugerir correcção
Comentar