Campanhas deram lucro de 188 mil euros a Moreira, que usou parte na sua associação cívica

Lei obriga movimentos independentes a extinguir-se após a eleição, mas não a devolver donativos não gastos. Mandatário financeiro, que guardou o dinheiro, fez donativo de parte da verba ao Porto, o Nosso Movimento e este promoveu iniciativas políticas no intervalo entre candidaturas.

Foto
Mandatário de Rui Moreira vinca que se processou tudo de acordo com a lei, mas discorda que as candidaturas independentes sejam obrigadas a extinguir-se após a eleição Nelson Garrido

Em 2013, depois pagas as despesas e recebida a subvenção estatal, a campanha de Rui Moreira fechou as contas com um lucro de 95.499,26 euros. Quatro anos depois, o saldo das contas da campanha eleitoral do presidente da Câmara do Porto foi novamente positivo e comunicou à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP) um activo de 92.853,01 euros. O que aconteceu a estes 188.352,27 euros?

Sugerir correcção
Ler 1 comentários