A importância da interação/comunicação nos tempos de covid-19

Com a pandemia, as crianças ficaram mais vulneráveis e individualistas, acabando por não saber brincar, nem interagir com os seus pares. Com o voltar à normalidade, é essencial modificarmos este tipo de comportamentos.

Foto
Oxygen/GettyImages

Há cerca de um ano e meio vimos o mundo mudar radicalmente e nós sem estarmos preparados para tal. Em março de 2020 fomos “mandados” para casa e “obrigados” a experienciar novas rotinas diárias, como o teletrabalho e a telescola. Toda esta nova realidade veio afetar a estrutura familiar e, principalmente, os hábitos tão bem programados até então. A covid-19 trouxe grandes desafios às famílias portuguesas, principalmente àquelas com crianças e adolescentes. Mas, com todos estes novos desafios, será que parámos para pensar no impacto que a pandemia tem/teve no desenvolvimento da comunicação das nossas crianças?

Sugerir correcção
Comentar