Decameron: A Brigada

Ao longo de doze semanas, o investigador do Centro de Estudos Comparatistas e tradutor Simão Valente está traduzir para o Leituras o Decameron, de Giovanni Boccaccio (1313- 1375), directamente do italiano para português. Um total de doze textos, cada um com uma pequena introdução (a negro no texto) feita pelo tradutor. Aqui encontramos a “alegre brigada” de contadores de histórias.

Foto
dr

Reúne-se a “alegre brigada” de contadores de histórias. É aqui importante ter presente a passagem de códigos de conduta medievais e aristocráticos para um mundo renascentista e burguês. Depois da ironia que conseguimos detectar no proémio ao livro, onde foram levantadas questões relativamente ao diferente estatuto e liberdade de homens e mulheres na sociedade de Boccaccio, como podemos entender as relações de género nesta passagem?