A Caminhada das Beatas já começou — e vai passar por toda a costa portuguesa

Nos próximos dois meses, o alemão Trash Traveler vai percorrer mais de 30 cidades portuguesas a apanhar beatas. Todas as pontas de cigarro recolhidas serão utilizadas para criar peças de arte.

Foto
The Trash Traveler

Começou em Viana do Castelo — e vai percorrer toda a costa portuguesa — A Caminhada das Beatas, mais uma operação de limpeza protagonizada pelo Trash Traveler, viajante alemão que em 2017 decidiu mudar-se para Portugal, onde apanha lixo enquanto canta.

Nos próximos dois meses, Andreas Noe vai passar por mais de trinta cidades costeiras, procurando criar uma onda, que desta vez começa precisamente no centro das nossas cidades — porque “o oceano começa nas nossas casas”. Todas as pontas de cigarro recolhidas ao longo de cada jornada serão utilizadas para criar peças de arte, anuncia.

O desafio foi lançado na sua conta de Instagram. “Uma beata não é biodegradável. É acetato de celulose. Então, por favor, pensa bem antes de a deitares fora porque vai acabar dentro de um peixe e terminar no teu prato. É incrível como se vai acumulando.”

Para participar basta recolher beatas e levá-las ou enviá-las até ao Trash Traveler, que promete “prémios sustentáveis” para os melhores recolectores, que também podem ser anfitriões de uma acção de limpeza de beatas.

Fotogaleria

A todos os que se queiram juntar nesta aventura, Andreas pede que usem luvas, sacos e baldes reutilizáveis e que levem consigo uma garrafa reutilizável de água para se manterem hidratados durante a caminhada.

Outro pedido do Trash Traveler: passem a palavra. Todos podem participar, colocando no Instagram fotos de montes de beatas recolhidas com o gif criado pela @catarina.zip que pode ser encontrado com o nome “the trash traveler”.

Foto