Portugal Foods: “O consumidor percebeu que podia contribuir para a sociedade”

Deolinda Silva, directora da Portugal Foods, acredita que na promoção do agro-alimentar o modelo híbrido também é o futuro.

consumo,empresas,economia,agricultura,exportacoes,id,
Fotogaleria
Nelson Garrido
consumo,empresas,economia,agricultura,exportacoes,id,
Fotogaleria
Nelson Garrido

Nascida há cerca de 12 anos, a Portugal Foods é uma associação que, através da cooperação entre o meio empresarial, academia e centros de investigação e desenvolvimento, visa ajudar a inovar e promover o sector agro-alimentar interna e externamente. É, resume Deolinda Silva, directora executiva da associação, a “entidade gestora, líder, do Portuguese AgroFood Cluster — o cluster do agro-alimentar reconhecido pelo Governo, constituído por uma parceria com a Portugal Fresh, o InovCluster e com o Agrocluster Ribatejo”. Uma entidade que, em pandemia, assistiu na linha da frente às mudanças de comportamento das empresas, produtoras e compradoras. Mas também dos consumidores, que dificilmente serão os mesmos após esta crise.