É sobretudo gordura que os espermatozóides dos golfinhos usam para nadar

O uso preferencial de gorduras como fonte de energia nos espermatozóides dos golfinhos é um padrão que nunca tinha sido verificado em qualquer outro mamífero.

Foto
Golfinhos no Sri Lanka Dinuka Liyanawatte/Reuters

Ao contrário do que acontece no processo de fecundação da maioria das espécies de mamíferos, os espermatozóides dos cetáceos não dependem da energia produzida pelos açúcares (glucose) para se conseguirem movimentar dentro do aparelho reprodutivo da fêmea. Na verdade, e em especial no caso dos golfinhos, o principal “combustível” para o movimento das células espermáticas são as gorduras metabolizadas nas mitocôndrias destes animais.