É mais fácil dizer mal da malta nova do que aprender com ela

As novas gerações não se importam de beber menos vinho para poderem beber um vinho melhor. Ou seja, preferem a qualidade à quantidade. Ou seja: são elas que têm razão, são elas que sabem o que é bom. Este sábado: Fugas Vinhos - Especial Verão

Foto
Fernando Veludo/NFactos

Há uma parte de mim que folga quando o mundo do vinho continua na mesma, indiferente às mudanças de gosto e de consumo a que se chamam depreciativamente modas.