Mais sugestivo do que exaustivo

Almoço de Domingo coloca-se na perspectiva de um homem de 90 anos. Não tem a pretensão de dar todas as perspectivas do que narra.

Foto
Rui Gaudêncio

Logo nas primeiras páginas de Almoço de Domingo, o novo romance de José Luís Peixoto, entramos dentro da cabeça de um homem que vai fazer 90 anos, o senhor Rui, e naquela que é a sua terra, a vila de Campo Maior.