Sky Rojo: a fórmula e o autor de La Casa de Papel voltam a vencer em Portugal

Episódios curtos, mulheres bonitas com pouca roupa, acção a cem à hora, violência, pistas musicais certeiras. De Tarantino aos filmes de super-heróis passando pelo formato binge watching está estudada a lição: aplique-se a fórmula Pina.

streaming,cultura,netflix,quentin-tarantino,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Tamara Arranz/Netflix
streaming,cultura,netflix,quentin-tarantino,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Tamara Arranz/Netflix
streaming,cultura,netflix,quentin-tarantino,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Tamara Arranz/Netflix
streaming,cultura,netflix,quentin-tarantino,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Tamara Arranz/Netflix

Nos últimos dias, o programa mais visto em Portugal no serviço de streaming com mais clientes é a série documental Formula 1: Drive to Survive, cuja segunda temporada está na pole position pelo acesso inédito aos bastidores do valioso desporto, sobretudo em plena pandemia. Mas não é o único regresso de uma fórmula vencedora à Netflix. De Espanha veio mais um casamento de acção, mulheres bonitas e bons actores e, sobretudo, de um autor e sua plataforma de streaming. Álex Pina continua o seu contrato com a Netflix encetado com La Casa de Papel e White Lines e lá está, no “Top 10 em Portugal hoje”, Sky Rojo nas posições cimeiras.