Mainstreaming: a era Netflix começou há cinco anos em Portugal

A chegada do streaming pago reaproximou os jovens da televisão e aproxima-se das famílias, do mainstream. Mesmo no país dos pacotes de TV+Internet que mantém o indubitável poder da televisão linear, a pandemia acelerou o efeito Netflix e hoje haverá cerca de 2,5 milhões de assinaturas de várias plataformas em Portugal.

Foto
Gerações mais jovens já passam muito mais tempo nas plataformas de "streaming" do que na televisão convencional Omar Marques/SOPA Images/LightRocket/Getty Images

Há cinco anos, a Netflix chegou a Portugal e abriu a porta para o streaming de entretenimento pago no país, permitindo que outras plataformas de vídeo pago fossem ocupando outras divisões numa casa que até hoje é alimentada pelo cabo e pertence aos gigantes da televisão convencional. As janelas, essas, são as dos muitos ecrãs, pequenos e grandes, e têm vista para o grande feito do streaming: “A televisão reinventou-se com estas plataformas” e reconquistou os espectadores mais jovens, postula o especialista em televisão interactiva Pedro Almeida. Cinco anos depois, o que mudou? O streaming é cada vez mais mainstream.

Sugerir correcção