Depois de dois artigos nas últimas semanas alertando para o fim do programa “Cuidado com a Língua”, a RTP1 vem responder ao que não lhe foi perguntado antes: é assim mesmo? A resposta é não, mas vale a pena explicar o trajeto de como se instala uma desinformação.

  • Depois de dois artigos nas últimas semanas alertando para o fim do programa “Cuidado com a Língua”, a RTP1 vem responder ao que não lhe foi perguntado antes: é assim mesmo? A resposta é não, mas vale a pena explicar o trajeto de como se instala uma desinformação.

  • Para as televisões, para a maquinaria dos directos e ao vivo, uma catástrofe como esta é um momento do sublime.

  • Sendo a nossa Língua quase tudo o que precisamos para sermos quem somos, não é aceitável o trato de polé que lhe dá a televisão pública.

  • Alípio morreu esta semana e repousa agora no Alvito. Lembrá-lo não tem data, é coisa de hoje e do futuro.

  • Foi jornalista da RTP, professor universitário, padre em Portugal e revolucionário no Brasil.

  • Deputados declaram "perplexidade" com a informação divulgada na sexta-feira à noite pela RTP “denunciando estragos no Convento de Cristo, em Tomar, alegadamente durante a rodagem da comédia O Homem que Matou D. Quixote, de Terry Gilliam”.

  • A série de reportagens do PÚBLICO, realizada entre 2015 e 2016, explora um lado esquecido do legado do colonialismo português.

  • Pensamos em Carlos Alberto Vidal e associamo-lo imediatamente ao célebre Avô Cantigas, mas há vida para além dessa personagem que criou há 35 anos. Há, por exemplo, um disco de 1976 chamado Changri-Lá, obra única, messiânica, de rock e muitas coisas mais. Um clássico agora reeditado.

  • Autarca da Feira, Emídio Sousa, entende “que o país não precisa de gastar 30, 40 ou 50 milhões de euros”.