Proprietários: “É imperativo” avançar com subsidiação aos inquilinos

Associação Lisbonense de Proprietários diz que mercado de arrendamento habitacional está desprotegido desde o início da pandemia: “Governo deixou abandonados tanto os inquilinos como os proprietários de imóveis arrendados.”

Foto
Rui Gaudencio

É “imperativo” avançar com medidas efectivas para apoiar o mercado do arrendamento habitacional de longa duração, e, para a Associação Lisbonense de Proprietários (ALP), não há dúvidas de que o caminho tem de passar pela subsidiação. “Tornem-se realidade os subsídios constantes da legislação já publicada”, pede, em declarações ao PÚBLICO, Iolanda Gávea, vice-presidente da ALP.