A EDP é a nova Dona Disto Tudo?

A fuga ao imposto de selo por parte da EDP na venda de seis barragens no Douro à Engie foi feita com o conhecimento do Governo e, com muito boa probabilidade, com a sua cumplicidade.

Durante algum tempo pensei que a fuga ao imposto de selo por parte da EDP na venda de seis barragens no Douro à Engie (em bom rigor, um trespasse de concessão) era apenas um caso de planeamento fiscal agressivo, habitual em grandes empresas com grandes advogados que não se intimidam com as cartas registadas da Autoridade Tributária, ao contrário do comum dos mortais. Neste momento, já não acredito nisso. Creio que tudo foi feito com o conhecimento do Governo e, com muito boa probabilidade, com a sua cumplicidade.