Política brasileira começa a digerir um Lula livre e candidato

O ex-Presidente será o candidato natural do PT, mas é recebido com hostilidade ao centro e à direita. STF voltou a analisar a parcialidade de Moro no julgamento de Lula.

Foto
Lula é visto como o candidato natural do PT às eleições do próximo ano RICARDO MORAES / Reuters

Seria difícil encontrar um tema que retirasse a atenção do desastre humanitário, sanitário e económico representado pela progressão arrasadora da pandemia da covid-19 no Brasil, mas a reentrada de Luís Inácio Lula da Silva no jogo político rumo às eleições de 2022 conseguiu esse feito. Nenhum actor político ficou indiferente à anulação das condenações contra o antigo Presidente, mas só o futuro dirá quem irá lucrar com o regresso de Lula à arena eleitoral, trazendo consigo um enorme capital político, mas também uma rejeição de difícil superação.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários