Os cruzamentos

A eternidade das obras-primas é mais uma simplificação inútil a acrescentar a todas aquelas que se vão descobrindo à medida que se deixa de precisar delas.

É com horror que volto a certas obras-primas, certos livros, certas músicas, certos filmes - podem ser certos mas não vou dizer quais são, já vão saber porquê - e vejo que já não consigo encontrar nelas o fulgor que me levou a considerá-las obras-primas.