Professor da Universidade do Porto suspenso por 90 dias por fazer comentários “sexistas, machistas, racistas e xenófobos” nas aulas

É a segunda vez que a Faculdade de Economia aplica sanções a este docente que é acusado por alunos da Faculdade de Letras de ter “atitudes que incitam ao ódio e constituem crimes de assédio e discriminação”.

Foto
Professor que foi suspenso pertence à Faculdade de Economia, mas também lecciona na Faculdade de Letras do Porto Nelson Garrido

A Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) suspendeu preventivamente, pelo prazo máximo de 90 dias, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira, na sequência de uma participação subscrita por 129 alunos das Unidades Curriculares da Licenciatura em Ciência da Comunicação: Jornalismo, Assessoria, Multimédia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) que condenam a conduta do docente, alegando que “muitas” das suas atitudes “incitam ao ódio e constituem crimes de assédio e discriminação”. A suspensão tem efeitos a partir de 15 de Fevereiro.