Ser ou parecer?

É inaceitável que em 2021 uma mulher não possa aparecer na televisão de cara lavada e ar cansado sem ter de se sujeitar ao escrutínio de outras mulheres que parecem ter-se esquecido de que a vida real não acontece debaixo dos filtros do Instagram.

Foto
Miguel Manso

Esta semana dei uma entrevista a um canal de informação depois de sair do trabalho. Tinha começado o dia às 8h, no internamento, e passei a maior parte do tempo debaixo do equipamento de protecção individual. E era agora que podia dizer que, num gesto de coragem, decidi dar a entrevista exactamente como estava, sem nenhuma maquilhagem. O ponto é que seria mentira. Não existiu qualquer coragem ou tentativa de passar uma mensagem. Na verdade, não existiu sequer uma escolha. Não me ocorreu que ter a cara limpa podia ser um problema e estou tão habituada a conviver com as minhas olheiras crónicas que nem me passou pela cabeça fazer fosse o que fosse para as disfarçar. Dei a entrevista como estava e pronto.