Morreu Carmen Dolores, a actriz que amou sempre as palavras

A sua carreira no teatro, iniciada em 1945, atravessou seis décadas, mas foi na rádio, e com poesia, que começou. Ler em voz alta estava entre os seus maiores prazeres. Tinha 96 anos.

Foto
pedro cunha / arquivo

Não precisava de aparecer no palco nem no ecrã da televisão para que a soubéssemos ali. Bastava que a sua voz clara, firme e serena se fizesse ouvir e não havia dúvidas de que era Carmen Dolores a dar corpo àquela personagem.