José Luís Carneiro: “O objectivo eleitoral é consolidar posições”

José Luís Carneiro acredita que “haverá um desenvolvimento da cooperação estratégica entre o Presidente da República” e o Governo. Mas levanta dúvidas à adopção pelo PS do voto por correspondência, pedido por Marcelo.

Foto
José Luís Carneiro, secretário geral adjunto do PS, diz que os socialistas querem manter a presidência da ANMP Daniel Rocha

Manter “a maioria na Associação Nacional de Municípios Portugueses e procurar manter também a da Associação Nacional de Freguesias” são os objectivos eleitorais do PS para as autárquicas, assume José Luís Carneiro, secretário-geral adjunto do PS. O próximo Congresso, a 10 e 11 Julho, servirá para lançar a campanha, em coordenação com as orientações do partido para os “desafios” que o país enfrenta. Todas as votações serão electrónicas, incluindo a eleição do secretário-geral, quinze dias antes.