Após acordo com sindicatos, TAP segue para “medidas de adesão voluntária”

Depois do acordo com o sindicato dos tripulantes de cabine, que como outros terá ainda de ser ratificado pelos associados, a administração da TAP enviou esta tarde um comunicado onde diz que “em breve”, vai apresentar um “conjunto de medidas laborais de adesão voluntária”, que classifica como “crítico e fundamental”.

Foto
Acordos de emergência vão vigorar até ao final de 2024 Rui Gaudencio

Depois de mais uma reunião que terminou já de madrugada, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) enviou um comunicado este domingo onde deu conta de um entendimento com a TAP para um acordo de emergência, o qual, diz, “espelha o esforço e o empenho” do sindicato “na salvaguarda do maior número de postos de trabalho”.