Mausoléu de Augusto reabre em Março depois de um longo restauro (e de um interregno português)

Um dos mais importantes monumentos da Roma Antiga, o túmulo do primeiro imperador romano, situado no Campo de Marte, já foi propriedade de uma família portuguesa.

roma,historia,patrimonio,culturaipsilon,italia,arqueologia,
Fotogaleria
Interior do Mausoléu de Augusto com os anéis centrais onde ficariam os túmulos Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
roma,historia,patrimonio,culturaipsilon,italia,arqueologia,
Fotogaleria
Alguns do vestígios arqueológios do monumento Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
roma,historia,patrimonio,culturaipsilon,italia,arqueologia,
Fotogaleria
Mais vestígios com o nome do imperador Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
roma,historia,patrimonio,culturaipsilon,italia,arqueologia,
Fotogaleria
O interior do mausoléu Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
Fotogaleria
Uma das vistas do monumento Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
Mausoléu de Augusto
Fotogaleria
Um cameraman no exterior do monumento Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
,Roma antiga
Fotogaleria
Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE
,História antiga
Fotogaleria
Reuters/GUGLIELMO MANGIAPANE

Depois de 14 anos de restauro, um dos mais importantes monumentos da Roma Antiga, o mausoléu do imperador Augusto, vai reabrir no início do próximo ano, anunciou a câmara de Roma. 

Sugerir correcção
Ler 2 comentários