Antes de entrar em vigor, OE já está sob pressão da pandemia

Risco de cenário mais negativo na evolução da pandemia e economia faz do OE 2021 um exercício de elevado risco, comprovado com os sinais de contracção da economia das últimas semanas que obrigaram o Governo a tomar novas medidas.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Com a segunda vaga da pandemia a travar outra vez a economia, exigindo mais medidas de apoio por parte do Governo, o Orçamento do Estado aprovado esta quinta-feira pelo Parlamento está já, ainda antes de entrar em vigor, a ser posto sob pressão. O Executivo garante que o documento acomoda os efeitos previsíveis da crise, mas o actual cenário de incerteza faz com que o risco de apresentação de um rectificativo seja, tal como aconteceu já este ano, mais alto do que é habitual.