Paris: dois polícias investigados por “actos de violência” no desmantelamento de campo de refugiados

Os inquéritos partem das imagens da operação policial na capital francesa, que o próprio ministro do Interior considerou “chocantes”. ONG faz queixa contra chefe da polícia de Paris.

Foto
Na terça-feira à noite, a Praça da República voltou a encher-se com uma manifestação em protesto contra a violência policial GONZALO FUENTES/Reuters

A Procuradoria de Paris anunciou ter aberto duas investigações na sequência da operação policial que desmantelou à força um acampamento de refugiados montado na segunda-feira à noite no centro da capital francesa, em protesto contra o encerramento de um campo em frente ao Stade de France, há uma semana. Os cerca de 450 requerentes de asilo, na sua maioria afegãos, viviam desde então na rua e o protesto foi organizado por uma organização não-governamental.