Covid-19 em Portugal: 85 mortes no primeiro dia com mais de 500 doentes em cuidados intensivos

Estão internadas 3275 pessoas, das quais 506 em unidades de cuidados intensivos: ambos são os maiores números desde o início da pandemia. Registou-se também um novo máximo diário de recuperados (7406).

Portugal registou 85 mortes por covid-19 e 3919 casos de infecção na segunda-feira, de acordo com o boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta terça-feira. Estão internadas 3275 pessoas (mais 34), das quais 506 em unidades de cuidados intensivos (mais oito): ambos são os maiores números registados desde o início da pandemia.

​No total, o país contabiliza 4056 óbitos e 268.721 infecções de covid-19 desde o início da pandemia.

Há menos 3572 casos activos, para um total de 80.432. Este valor resulta da subtracção dos recuperados e dos óbitos ao total de infecções. 

Na segunda-feira, recuperaram da doença mais 7406 pessoas, o que faz subir o total para 184.233. Este é um novo máximo diário de recuperados em Portugal, depois dos 7290 registados no dia 17 de Novembro. No dia 24 de Maio, o boletim da DGS indicava um valor superior (9844), mas devido a uma recontagem dos dados.

Dos novos casos, 2284 (58,3%) foram identificados na região Norte, onde morreram 50 pessoas no último dia. Na região de Lisboa e Vale do Tejo registaram-se 1018 novos casos (26%) e ocorreram 20 mortes. Morreram 12 pessoas no Centro e três no Alentejo.

A taxa de letalidade global em Portugal é de 1,5%. Das pessoas que morreram com covid-19 no país, 3548 tinham mais de 70 anos (cerca de 87,5%). Foi nestas faixas etárias que morreram mais pessoas no último dia: oito homens e quatro mulheres com idades entre os 70 e os 79 anos; 22 homens e 40 mulheres com mais de 80 anos. Morreram oito homens e duas mulheres entre os 60 e os 69 anos e um homem na faixa etária dos 50 aos 59 anos.

Relativamente aos dados por região, o Norte tem o maior número de casos de infecção: 139.905. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo (91.053), o Centro (25.949, mais 446), o Alentejo (5320, mais 83) e o Algarve (4870, mais 65). A Madeira regista 796 infecções (mais cinco) e os Açores 828 (mais 18).

O maior número de mortes por covid-19 ocorreu no Norte: 1907. Surgem depois Lisboa e Vale do Tejo (1467), Centro (521), Alentejo (101), Algarve (43), Açores (15) e Madeira (duas).