Janet Yellen, a escolha de Biden que consegue elogios à esquerda e em Wall Street

Como presidente da Fed, Janet Yellen adoptou uma política monetária onde o desemprego e a desigualdade eram preocupações centrais. E defendeu a manutenção de uma regulação forte da banca. Agora, é a escolha de Biden para secretária do Tesouro.

Foto
LUSA/JIM LO SCALZO

Com credenciais no combate ao desemprego e na regulação do sistema financeiro para mostrar à esquerda, mas mesmo assim vista como suficientemente moderada em Wall Street, Janet Yellen, a antiga presidente da Reserva Fiscal consegue a difícil tarefa de ser aceite pelos dois lados do espectro político como uma boa escolha de Joe Biden para o cargo de secretária de Tesouro da Administração Biden.